E as mulheres do quilombo? Cuidadas e amadas também. Só a eternidade revelará o valor dessas ações de amor! Parabéns obreiras Gracia e Camila.

Compartilhar nas Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *